Projeto Executivo E Suas Fases

Olá alunos, formandos e recém formados!

Uma das perguntas mais frequentes na nossa área é: Quais são as fases do projeto? O que devo entregar ao meu cliente? Dentre muitas outras hoje irei abordar o tema de projeto executivo e suas fases.

É importante saber que cada profissional tem o seu papel, desde a idealização do projeto estrutural (Arquiteto), construção (Engenheiro) e a fase final, que somos nós profissionais do design de interiores. Normalmente quando pegamos algum projeto de interiores os clientes tem uma planta da casa e quando isso acontece é ótimo, pois com essa planta teremos uma boa base de onde fica os pontos hidráulicos, elétricos etc.. Mas quando não temos essa sorte o jeito é fazer a verificação de todo ambiente para que não traga problemas futuros na hora de começar a obra interna. (Sempre tem aqueles contra tempos, como um cano quebrar na hora do quebra-quebra).

 

Todos nós sabemos que não podemos interferir no projeto estrutural, pois não somos arquitetos, certo?  Mas estamos em uma nova era da construção civil, onde o “esqueleto do prédio” é construído em alvenaria e as divisórias internas em gesso, ou seja, podemos “quebrar gesso”.

Sabendo disso vamos aos pontos importantes.

  1. Entrevista com o cliente: Você já tem o cliente e é esse o ponto inicial da execução do projeto. Nesse momento você explica como será realizado o seu trabalho, suas limitações profissionais e possíveis necessidades durante o projeto (ex. contratação de um engenheiro para derrubar uma parede), e a importância do cliente confiar nas indicações de mão de obra especificadas por você… É muito importante que até aqui você já saiba o quanto o cliente deseja investir no projeto. Se ele for investi R$ 15.000 mil, pergunte se esse valor está incluso o seu pagamento como designer pelo projeto, se este dinheiro está livre apenas para a obra e se ele dispõe de mais recursos. Lembre-se, é uma reunião geral, o cliente já viu seu portfólio, gostou e quer seu serviço, então é de extrema importância conversar sobre tudo.

Procure saber durante a entrevista…

  • A analise do perfil, qual a localização da obra, gosto, estilo e o meio social.
  • Quais as necessidades pessoais e funcionais, o que ele precisa, o que ele quer, qual o sonho dele.
  • Conhecer suas necessidades psicológicas, quem vai usar determinado ambiente, para quê ele usa e com o quê.
  • Quem são os moradores da casa/apto, o que eles precisa de modo geral, como é a rotina deles.

Em Caso de Projetos Comerciais: Há exigências que são mais complexas, com um investimento maior e nos aspectos de normas com segurança, higiene. Isso irá variar conforme as exigências dos diversos segmentos profissionais (saúde, alimentação, entretenimento, etc.)

  • Nesse ponto, será necessário analisar a localização, conhecer o perfil dos frequentadores em geral, se for possível fazer também uma pequena pesquisa com alguns clientes do local, para conhecer qual a  sensação psicológica que o ambiente atual transmite, o precisa ser melhorado, o que o cliente sente falta.
  • Fazer pesquisa com os funcionários, pois quem trabalha também tem necessidades especiais.
  • Se o ambiente for ser inaugurando ainda, você pode fazer uma pesquisa de mercado, conhecer os concorrentes para ter um melhor êxito na execução do projeto.

Aconselho ter sempre uma listinha perto da sua prancheta, para não deixar passar nenhum detalhe e lhe orientar durante a conversa.

2. Proposta:

É o momento de mostrar o orçamento geral ao cliente, como será a forma de pagamento, prazo para a elaboração dos projetos, o que será feito em cada ambiente, prazo de validade da proposta, (Estipule o seu prazo de “espera”) geralmente é entregue  ao cliente um contrato informal contendo todas as informações descritas acima e só após o aceite do cliente que é entregue o contrato formal. É de extrema importância deixar todas as cláusulas bem especificas sem termos técnicos, pois muitos dos clientes são leigos, quais suas responsabilidades técnicas, a existência ou não das RTs, da preferência por mão de obra indicada por você, em fim, tudo que você ache importante.

3.  Estudo Preliminar: 

Após fazer as medições de todo o ambiente e fotografar você dará inicio a esse estudo, através de um layout propondo a divisão operacional do espaço e posicionamento do mobiliário e uma planta de demolir/construir (se necessário), faça as elevações e perspectivas que buscam atender às expectativas e ao orçamento do cliente.

Poderá ser entregues 2 tipos de estudo: um mantendo a planta original, somente posicionando o mobiliário da melhor forma possível, e outro propondo mudanças na divisão interna do espaço.

4. Anteprojeto:

Planta layout global com especificações da seleção de materiais, revestimentos, acabamentos. Elaboração de cortes e elevações. Planta de gesso e detalhes. Planta de iluminação.  Piso. Paginação paredes.  Paginação elétrica (em caso de mudanças). Paginação hidráulica (em caso de mudanças). Paginação de ar condicionado. Planta de mobiliário. Planta de paisagismo interno. Planta marmoraria e vidraçaria e demais plantas.

5. Projeto Executivo

Apresenta o detalhamento necessário para que se possa executar o projeto (piso, forro, acabamento, mobiliário…) assim como memorial descritivo indicando especificações, tabelas quantitativas e planilha de orçamento.

Acompanhamento da execução do projeto.

Esta etapa é separada da elaboração do Projeto de Interiores. Ficando a critério do cliente contratar o Designer autor do projeto ou contratar outro profissional qualificado para acompanhar a execução do projeto.

  • Auxiliar/acompanhar o cliente nas compras de todos os produtos, sistemas e equipamentos já aprovados por ele (cliente).
  • Contatar e coordenar todos os profissionais que irão executar alguma das etapas do projeto.
  • Acompanhamento de cada etapa do projeto, informando ao cliente sobre os gastos a mais no orçamento.
  • Entrega de obra.

OBS: Cada profissional trabalha de forma individual, algumas dicas acima é de minha experiência e outras são usadas por demais profissionais.

– Entregue ao cliente um CD com imagens 3D , perspectivas e as demais plantas. Geralmente eu entrego o projeto executivo completo ao cliente e divido o restante a cada profissional. Ex: A planta elétrica para o eletricista e assim sucessivamente.

Qualquer dúvida, deixe seu comentário.

 

Anúncios

Deixa um Oi!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s